sexta-feira, 16 de junho de 2017

Brasília

Não sei porque não tenho nada aqui sobre Brasília, cidade que vivi e gosto bastante. Vamos lá..
Começo por uma referência única de hotel.

Hotéis

HT Suites. Setor Industria Gráfica Quadra 3 bloco B. Não sei quem me passou mas como tudo é caro em Brasília, vale verificar.

Paraty, Rio

Paraty é senaacional e ainda vou colocar minhas dicas aqui... Mas achei aqui o contato de um marinhiero que foi bacana, então abro logo com ele
Marinheiro Érico, fones: 24 33716796, 999467330, 978360157 (ID 12498544). Fizemos um passeio bacana com ele.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Fim (ou começo?) do mundo: Ushiaia, Patagônia Argentina.

El Cafalete e Ushuaia, Terra del Fuego

Viajar pela Patagônia Argentina é, sem dúvida alguma, uma experiência inesquecível. São muitos os lugares e as possibilidades. Fizemos primeiro Ushuaia e depois El Calafete, e achamos que foi uma boa ordem... Meu amigo Luisinho insistiu muito em uma ida para Peninsula Valdés (Puerto Madryn). Segundo ele, é imperdível pois é um deserto que fica no Atlântico. É onde existe a maior concentração de Elefantes Marinhos, Leões Marinhos, Toninhas e Pinguins no continente. É uma grande planície onde viviam os índios Patagons, que segundo relatos tinham pés enormes e dois metros de altura. Ainda ele nos contando um pouco da história, pois, em um determinado momento a Rainha Vitória expulsou gente do País de Gales e essas pessoas foram parar naquele fim de mundo e fundaram uma cidade chamada Gayman (Nova Gales). Ela é bonitinha e a tradição é receber os turistas em casa para um chá da tarde. Ele se hospedou em Puerto Madryn e sugeriu visitar o litoral onde ficam os animais e as penguineiras. Tempo sugeriu para estar pro lá: dois dias. Portanto, a conferir.

Recebemos de amigos indicações de alguma agências. Deixo aqui os contatos, mas não as utilizamos. deixamos tudo para ser resolvido por lá mesmo.

Terra Mundi, de Saão Paulo. Fone 11 30605821 (indicação de Rita)
Lan & Kramer Travel Service, em Buenos Aires. Avenida San Martin 910 piso 6 - Tel.: (54 11)52361050 int. 230 - Tel. Directo: (54 11)50313023. Email: evangelina.r@lankramer.com.
Consultei-os, mas eles só faz pacotes completos, hotel e passeios.
Agência que Ira usou em 2007 foi a  Pisa Trekking​, também de São Paulo. Fica na Al. dos Tupiniquins 202 - Moema - CEP 04077-000. Tel: (11) 5052-4085.

Pois comecemos então...
Estamos cá em Ushuaia, que todos chamam de fim do mundo... Sempre recordo do meu amigo Marcio D'Olne Campos com o seu Sulear.
Entonces, fim ou começo, o que importa aqui é passar logo as dicas desse lugar muito bacana...
Nosso voo de Salvador foi via Córdoba.
Córdoba
Pegamos um táxi no próprio aeroporto e também foi com preço normal, sem ser nada absurdo.
Fomos para o hotel NH Córdoba Urbano. Essa rede tem dois hotéis nessa Calle Marcelo T. de Avelar. Esse nos pareceu mais simples, mas é bem bom. O outro chama-se NH Córboba Panorama.
Jantamos nessa mesma rua num bom lugar, o Las Chilkas. Boa comida.
Ushuaia
Ushuaia é a cidade mais ao sul do planeta, é um grande porto à beira do Canal de Beagle. Uma cidade pequenina e bem interessante para ficar meio que de bobeira, pois tem bons restaurantes, bares e cafés. Gostamos de ficar hospedado perto da rua principal, pois fica super confortável. Existem hotéis nas florestas que devem ser bem lindos com dependência de táxi.

Hotés

Ficamos no Los Andes Hotel (reservamos via Booking. Fica na  Av. San Martín 753, V9410 Ushuaia, Tierra del Fuego, Argentina). Gostamos muito.
É um duas estrelas muito ajeitadinho, com preço razoável, quarto pequeno, mas tudo ajeitadinho. O pessoal é muito, muito gentil e simpático. Prefira sempre o segundo andar.
Pagamos por 4 noite R$971, com café da manhã, que é bem pobrinho, principalmente por não ter nenhuma fruta.
Calle San Martin, vista da porta do hotel

Calle San Martin.

Restaurantes

Gostamos de vários. A comida na região é uma delícia sendo o forte tanto o Cordeiro (geralmente assado) e os frutos do mar. Tem um caranguejo gigante que se chama Centolla, bem carinho mas delicioso.

Um dos nossos preferidos restaurantes foi o El Viejo Marino, que fica na Maipú, 229. Comemos umas entradas maravilhosas que serviram de refeição nos dois dias que fomos... Vale a pedida.


Ramos e Generales S.A. é um lugar fascinante em termos decoração. Vale uma visita. As coisas lá são caras como tudo em Ushuaia. Um capuccino custou $100 (pesos AR, cerca de R$25). Uma degustação da cerveja Beagle custou $135. Pessoal simpático e merece a visita. Disseram que a comida é muito boa.






Chiko Pizzas (Calle Antarida Agentina, 182 - fica no 1º andar, difícil de achar). É um chileno, nada especial. Falaram muito bem da Merluza Negra, mas não achei lá essas coisas (mas não sou o maior fã de peixe). Custo dentro da média. Com vinho gastamos $1.056,00 mais 0 10%.

Dublin. É um pub movimentando, com boas cervejas, música e animado. Mas nada demais como jantar.

San Christopher. Muito bom. O mais chique da área, moderno. Cubierto $20,00 Tomamos um Malbec Manos $324,00 Degustacion de empanadas muito bom, não vale a pena pedir individual ($152,00) Raviolli de Centojja sensacional por $320,00).





BarDPizzas, que é o bar onde se toma o café do Hotel Los Andres, é bem gostoso e sempre cheio. Boa cerveja. Comemos uma salada Cesar de Lagostin por $240,00 e estava muito boa.

As cervezas que são produzidas aqui são: Beagle, Cap Horn e Hain.

Passeios

Usamos a agência Criollos (San Martin, 797)(a matriz em El Calafatte). Foi super bacana em Ushuaia e meio meia boca em Calafete (não foi ruim, fomo apenas mal atendido por uma menina meio criadora de dificuldades um dia! Mas adoramos o atendimento em Ushuaia).
As agências, pelo que entendemos, oferecem mais ou menos as mesmas opções com os mesmos preço.
Chegamos no aeroporto de Ushuaia e pegamos um táxi na porta do aeroporto mesmo. Preço normal, nada exorbitante.
Fizemos basicamente dois passeios. O primeiro foi um passeio pela região dos lagos, seguindo pela Rota Nacional 3 até chegar aos morros e lagos da região. Passamos pelo Cerro Castor até chegar ao Paso Garibaldi, de onde já é possível avistar os lagos Escondido e Fagnano.  Não fizemos a rota com os veículos 4x4. Dizem que o trecho off road tem aproximadamente 1 hora, margeando o Lago Fagnano. Nós fomos pela Rota 3 até o Lago Fagnano.
Mas por incrível que pareça, a visita ao criador de cachorros das raças Rusky Alasca e Rusky Siberian foi sensacional.


Joel, simpático adestrador dos cachorros. Uma lição de vida

Na volta, incluído no preço, paramos de novo aqui para comermos um belo Assado de Cordeiro. huumm, delicioso...






























El Calafate
Chegamos pois a El Calafate. Para sair do aeroporto as alternativas já são um pouco piores, pois o taxi custa em torno de $450. Fomos com o transfer, pagando $240 ida e volta.

Hoteis

Ficamos nos Los Alamos, bem mais caro, mas muito bacana. Escolhemos aqui ficar meio de bobeira para descansar mesmo, fazendo alguns passeios mas aproveitando a cidade e o hotel também. Foi uma boa escolha. Pagamos, pelo Booking, U$1.1150,00 por 6 diárias sendo que as trẽs últimas caindo na semana santa e o preço simplesmente dobrou. Mas o hotel é bem bacana.









Restaurantes

La Cocina, Av. Libertador. Um restaurante italiano, super simpático com boa comida.

Don Pichon, fica meio fora do centrinho, mas eles mandam pegar no hotel e trazem de volta.
Ojo do Bife ($275,00) Empanadas - mas atenção, fritas ($40,00), um chorizo que estava maravilhoso ($55,00) com uma Sala Mista básica ($95,00).

Fomos no conhecido Casimiro Bigua Parilla, e comemos um Cordero, pagando um e comendo dois, mai suma vinho e a conta deu $1.199,00, aqui aceitam por a propina no cartão...

Fomos também e gostamos muito do astral do Isabel, que tem dois endereços aqui em em Chaltén. Carpaccio de Cordero, muito bom, por $130,00, e um Bife Cazadora, que dividimos pro dois, muito bom, por $320,00.
































Para umas saladinhas, empanadas e coisinhas bem mais baratinhas para comer no balcão ou levar, tem o Green Market (Av. Libertador 1008)




Passeios

Fizemos com a Criollo TurismoChácara Crisitina custou $5.355,00 a preços de hoje em torno de R$1200,00, incluindo o almoço com uma taça de vinho (só uma, viu?! Pedimos logo uma garrafa depois para não ficar pagando por taça. A garrafa custou $150). É um passei genial, pois saimos cedinho de ônibus, depois pegamos um barco para navegar pelo Lago Argentina, chegamos na geleira Upsala. Depois fomos para a chácara propriamente dita e de lá, em 4x4 fomos para o alto ver a geleira de outro ângulo. Voltamos, almoçamos, estava bem bom, e retornamos. Um dia inteiro de felicidade.













Outro passeio foi a visita ao Glaciar Perito Moreno. Incrível. Fizemos a visita incluíndo o mini trekking e vale a pena, pois é muito divertido.









Pegando gelo glacial
para brindar com uísque!






Como era Pascoa, até um coelhinho apareceu para a folia de todos




sábado, 8 de outubro de 2016

Ponta Grossa, Paraná

Por ter um filho morando lá, eis que fui por Ponta Grossa.
Nada de mais a falar pois fiquei muito pouco tempo, mas foi o suficiente para ir até a localidade de Carambeí me deliciar com as tortas e salgados da Frederica's Koffiehuis. Caracolas, que coisa sensacional...
Veja essas fotos só para ter uma ideia da delícia de lugar


quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Foz do Iguaçu, Paraná

Foz do Iguaçu, Paraná


Essa está sendo minha primeira vinda à Foz do Iguaçu, no Paraná, na tríplice fronteira, entre Brasil, Paraguay (Py) e Argentina (Ar) .
Fui ciceroneado pela minha querida colega profa Denise, que é de um gentileza só.
Já na chegada, de cima, olhem a beleza...
Chegando


[foto, já já]

Aqui, no caminho para a Aergentina, a divisa, no Rio Paraná ao cair da tarde

Hoteis

Estou hospedado no hotel Tarobá, que fica na rua de mesmo nome. É da rede Best Western. Um grande hotel, bom. Nada de especial. A cama do apartamento que estou não é boa mas... não creio que seja em todos.
Email: reservas@hoteltrabafoz.com.br

Restaurantes

Bom, claro que o grande programa de restaurantes aqui é ir até a Argentina, na cidade de Puerto Iguazú. Simpática, no caminho tem um enorme DutyFree, enorme mesmo, uma coisa impressionante.
Nessa pequena cidade argentina, muitos restaurantes, vinotecas e lojinhas de comidinha.
Comemos no Aqua Restaurant, muito bom. Muito bom, com uma empanada de entrada que estava muito boa, e eu, claro, um bife de chouriço. Excelente, acompanhado de um bom vinho argentino, o Saint Felicien Malbec, de 2015, da bodega Zapata, sempre excepcional para o meu gosto. O vinho em torno de 400 pesos e o jantar ficou cerca de R$110,00, o que é um preço muito bom pela qualidade.


Colaboradores