terça-feira, 10 de março de 2009

Itália, em geral

Aqui, algumas informações mais gerais sobre viajar pela Itália.
A primeira dica vem do viajar em trem. Não tem muita coisa diferente dos demais países, mas com uns pequenos detalhes que podem fazer diferença, e lhe trazer problemas se não prestar atenção.

Agora, em 2009, a Itália está servida por uns trens de alta velocidade que ligam o pais do alto a baixo. São os chamados frecciarossa, o equivalente aos TGV franceses.
O site é http://www.ferroviedellostato.com/.

Nos demais trens, os lugares marcados, não são indicados e isso pode lhe dar problemas. Veja sempre na entrada no vagão quais são os lugares que estão de fato livres a viagem toda.

segunda-feira, 9 de março de 2009

Munique, vamos tomar uma cerveja?

Munique (Munchen), na Bavaria Alemã é uma cidade bem bonita e com os deliciosos Biergarten, que são praças cheias de mesas e com um monte de bancas, bares e restaurantes servindo chopes e as deliciosas salsichas....
Passei pouco tempo nas duas vezes que fui a essa cidade mas vale o passeio. É uma bela cidade com edificações monumentais.

Hotel

Hotel Krone, em frente ao espaço onde é realizada a Octoberfest. Um hotel bem gostoso, com uma bom cafe da manhã e quartos bem bons. Prefira sempre os de frente e os melhores são os de final 5, no canto com quartos bem amplos.
Março de 2009, 2 p = €80
Rheresienhöhe, 8 D-80339

Restaurantes

Nada de especial encontrei mas algumas dicas que não são de todo mal.
Bräuhaus, um complexo enorme, ao lado do hotel Krone, com comida tipica alemça, italiana e tudo mais... enorme...Fabricam a própria cerveja e no sub-solo tem uma espécie de museu de cerveja. Prá começar peça um conjunto de 3 cervejas diferentes (€3.10) e depois escolha para beber a que gostar mais.
Full-screenHacker-Pschorr Bräuhaus - Theresienhöhe 7 - 80339 München.

Shows e Concertos

Muito legal a casa Muffathalle, que era uma antiga estação de energia e hoje é uma casa de show, com uma programaçção muito boa.

Endereço: Zellstr 4, 81667 München. Fones: 089-45 875 010
Bem ao lado, a nova Opera de Munique, uma construção moderna bastante interessante.

Entorno de Munique
Munique é rodeada de lagos, parace que são uns cinco lagos, cada um mais belo que os outros.
Estivemos no Tegernsee (veja o mapa). Estava lindo, com uma neve bem fresquinha (conversa típica de moradores onde existe neve, eh eh eh!).
No lago, existe um barco que faz linha ligando todas as cidadezinhas da beira do lago que pode ser um belo passeio.




Aqui, um restaurante daqueles típicos da Alemanha, enorme, lotado de gente.. Não conseguimos comer mas deve ser divertido estar lá, mas é bem turistão. Chama-se Bräustüberl.

quinta-feira, 5 de março de 2009

Itália do Norte

O Itália é um país de encantos o tempo todo. É muito difícil para mim escrever sobre esse país pois tenho uma ligação enorme, coisa que deve ter vindo no sangue. Tenho um grande defeito que é não ter ido até hoje abaixo de Roma, que todos falam ser uma maravilha. Vivi, em 1993, em Milão, no norte da Itália.
É vai por Milão mesmo o início dessas dicas.

Milão é dessas cidades que a primeira vista não tem graça nenhuma mas depois você vai pegado gosto. Eu estive aqui no final da década de 80 e jurei nunca mais pisar. Só que, depois que lá morei, amo a cidade e aqui retorno, sempre com alegria.
A primeira coisa que impressiona ao chegar na Itália, não śo em Milão, é o tamanho do café expresso. Quando é lungo, não passa de um dedo... a gente estranha mas depois se acostuma.

Mas, logo depois do café, celebre sua estada na Itália com um Negroni, um bebida mistura de Campari, Vermute e Gin, um bomba, deliciosa. Nos bares, ao final da tarde, em qualquer buteco, você pede a bebida, o Negroni, una birra, ou qualquer coisa e o bacão é repleto de beliscos... huumm.... delicia!

Milão agora tem o serviço de bicicleta pública, como existe em Firense, Barcelona e muitos outros lugares da Europa. Paris foi a primeira com esse sistema e pela cara delas, deve ser uma coisa dessas globalizadas, que foram vendidas às prefeituras pois são todas iguaizinhas, como os pontos de ônibus, argh... Mas é bem legal. E útil, como já havia descrito no Smog quando falei de Copenhagen.

Tudo que é bar, no final da tarde, coloca aquele monte de beliscos no balcão ou numa mesa no meio do são para ficar picando um tira-gostinho enquanto beberica una birra ou un Negroni!

Não deixar de ir, quando estiver visitando o Duomo (está lindo, todo limpinho, a praça está bonita também, exceto por um telão gigantesco posto do lado do Palazzo Reale... terrível!), enfim, quando estiver pela área, visitando a também belíssima Galeria Vittorio Emanuelle - que espetáculo! e não esqueça de dar uma voltinha com o pé na loba que tem no jão bem no meio da galeria, para dar sorte - enfim... o coisa difícil de chegar no tal Luini. Sim, dizia, quando estiver pela área do centro, não deixe de ir comer um panzerotti no Luini, uma casa que foi criada em Puglia, em 1888 ou por ai.
Uma delicia, com una birreta ou um refri... em pé, sempre lotado de gente, comendo no meio da rua...
Fica na via S. Radegona, 16, é uma rua pequeninha bem do lado da Rinascente, um magazine enorme do pedaço. Agora já tem em Londres também, veja só.

Depois - ou antes - uma passadinha para ver o maravilhoso Teatro Scalla de Milano que, por fora, não tem grande impacto mas dentro é um espetáculo, com o perdão do trocadilho.

Se deseja ver o famoso Cenacolo de Leonardo da Vinci, fazer reserva com pelo menos duas ou três semanas antes, pela internet www.cenacolovinciano.it. Se já estiver na Itália o fone é 02 89 42 11 46.

Restaurantes
Existem uns bares, que são na verdade restaurantes, mas que o negócio são os sanduíches. Mais corretamente os panini (plural de panino). Os milaneses, no almoço, costumam lotar esses lugares pois é quase uma refeição, deliciosa, e rápida sem ser fast food, aliás, coisa que eles detestam. (Não esquecer que foi aqui que foi criado o movimento slow food!).
Já fui em vários, e aqui umas pequenas lembranças...

Panino Giusto
Fundado em 1979, é uma rede, que tem 5 casas em Milão e várias em diversos lugares.
Veja a mais conveniente. Eu fui na Zona Porta Venezia (via Malpighi 3).

Premiata Pizzeria
Via E De Amicis 22 - 20123 - Milano. Tel.: 02 89406075
(nov.04: €115/4 p. - Mar.2009: €80 = 4 p)
Porta Ticinese - Naviglio

La Cantinetta - Via Ripamonti, 19 - Tel.: 02 58321057
Fecha sábado ao meio dia e no domingo. Maravilhoso. A melhor pedida lo local é la tagle di carne, que pode vir com funghi, com parmesão com.. hhuumm... muito bom. Pratos em torno de €15. Maravilhoso Tiramisu (€4). O vinho da casa (€8) cai bem... e ao final,, claro, la grappa (€2.50)

Passeando pela região de Brera, onde tem a Pinacoteca de Brera que é belíssima, encontra uma quantidade grande de bares e restaurantes, que a noite, são muito simpáticos. A rua fica cheia de artistas e vendedores ambulantes e um belo movimento de vai e vem.
Um butueco simples ali é o Montmartre (Via Madonina, 27), com uma comidinha básica e uns drinks...

No corso Gabribaldi - outro delicioso para se caminhar e entrar de bar em bar, tem a La Cotoletteria (num. 11), que serve uns bifes a milaneza maravilhosos (em torno de €15). Um vinho da região é o Bonardo, frisante tinto (€15). Fone: 02 874809. Fecha segunda e sábado ao meio dia, compreendeu? A Itália é assim, meu... eles fecham quando querem..

Ums pescheria (dei Milanesi) muito curiosa (bem carinha, mas vale a pena!) fica nessa área, na via Ponte Vetero, 16. Chama-se Da Claudio, e serve uns peixes crús nuns pratinho (à la japonês mas meu amigo Coco diz que não... é típico italiano, por isso não pode por molho shoyo! por somente olio de oliva!!!). Cada pratinho por em torno de €13 e acompanha um cálice de frisante. É bem divertido para uma paradinha na caminhada. Fone: 02 80 56 857.

Trattoria Milanese, Via Gorizia, 30 (Tel. 02 83 57 670. Delicia de lugar, com uma comida muito boa e animado.


Torino, fica cerca de 2 horas de trem de Milano. Um cidade bem bonita que vale a visita. Ela é cortado pelo rio Pó, um dos maiores rio da Itália e, no centro, à beiro do Pó, está a Piazza Vittorio, bela praça onde acontecem muitos eventos. Na minha última visita, março/2009, estava acontecendo uma feira de chocolate. Aí nesta praã tem uma pizzaria que não me recordo o nome mas que é um belo local e bem animado. Quando descobrir coloco aqui. Se for por lá antes, me avise.
Na mesma praça no canto de cima, já na via Po, tem um bar fundado em 1870, o Guico, muito lindinho e que tem o famoso doce da região que chama Chantili. Uma delícia.

No caminho entre Milano e Torino, pode dar uma paradinha em Chivasso, e comer num restaurante de esquina (não tem nome por fora) Piazza del Popolo, tudo bem pertinho da estação. O restaurante é bem legal, com uma pizza muito boa, segundo Ivone. Depois, desce até a a outra praça para ver o Duomo, que foi construído no século XV.

Bologna
Uma graça de cidade.
Jantei uma vez na Trattoria da Vito.
Via Musolesi, 9 (porta San Vitale) 349809

Dormida: Albergo Oanorama - Via Livraghi, 1 (difícil estacionar) mas não me lembro se era bom. Acho que não mas fica como uma referência.

Reggio Emilia

Linda pequena cidade, na região Emiliana da Itália, com cerca de 120 mil habitantes. Toda arrumadinha, com um centro histórico super conservado.
Aqui, na região do queijo "parmesão" (parmegiano reggio), um queijo forte e que é produzido num raio de uns 60 km em torno dessa cidade, não muito mais. Cada vila possui a sua cooperativa de leite que produz o seu queijo. Quanto mais velho, mais "grana" possui, que são aqueles pontinhos brancos que se vê no queijo. O tipo "mezzo" é mais docinho e bom para comer puro e o mais duro - também uma delicia como belisco junto com um vinho Lambrusco, frisante, e típico da região - é o mais velho e com mais pontinhos brancos.
Dia de terça (martedí) é dia de feira e existem os trailers em volta das praças onde estão as barracas - são umas seis praças - que vendem os queijos, carnes, salames e.. huumm.. delícia.

Em Réggio Emilia existe uma das maiores coleções de obras falsas, é o museu da cidade, com falsificações - de primeira, é bem verdade! - de Rafaelos, DaVinci e outros. O horário de funcionamento é super estranho. Prestar atenção.

Firenze

Bom, Firense é um espetáculo a parte... Vamos postando coisas em partes, de tempo em tempo...

Hotel
Fiquei já no Best Western Capitol, da rede VivaHotel, que não é muio central mas fica numa região interessante, com bastantes restaurantes e bares, meio mais para os locais, ou seja, não tão turístico como no centrão. Da estação, o ônibus 14 leva uns 15 minutos, o mesmo na verdade que se leva para caminhar do hotel ao Duomo e vice-versa. Custou €63 (mar.2009), com internet wifi gratis e café da manhã.

Achamos no centro o hotel Santa Croce, super bem localizado e que pareceu muito simpático. Via de Bentaccordi, 3 (50122 Firenze) e parece que custava €55 com café da manha, quarto duplo com banheiro. Vale a investigada.

Restaurante

Perto do Hotel Capitol, achamos um butueco maravilhoso e lá comemos a famosa bisteca fiorentina (um pedação de bisteca de no mínimo 700 gr e sempre mal passada, escrito no cardápio!) por €24, mais um vinho (razoável) da casa por €4. Fica na Via Gioberto, 140 Tel.: 055 2347527. Chama-se Osteria Cocotrippone. Fecha no domingo. Senta-se numas mesas coletivas, lugar bem pequenino... Muito simpático.

Perto da Piazza Santa Croce o Note di Vino, lugar super simpático, com ótima música, para uma taça de vinho ao final da tarde. Borgo dei Greci 4/6. Tel. 055 218750.

Na mesma rua um restaurante com forno a lenha, que parece bom. Chama-se parece que Fransciscano, ou coisa parecida.

Estando pelo Duomo, achamos na Via dei Servi, 18 um buteco (Bar Zutiro) bem simpático, só frequentado por locais - quer dizer, bom, só não! -, com uma comidinha simples, um Negroni por €4, e coisas do tipo. No mínimo vale um café para descansar as pernas.

Barberino Val D' Elsa
Lugar muito legal, bonitinho, pequeníssimo. região de produção de azeite

Veja também a vila de Colle Val d'Elsa em http://www.comune.colle-di-val-d-elsa.si.it, a cidade do cristal.
Hotel La Vecchia Cartieira.
Pra comer, da Simone, nela Piazza Bartolomeu Scla e L'Antica Trattoria., na praça di Cambio

San Giminiano
é lindo, lindo. Um pequena cidade toda murada, coisa mais linda.

Colaboradores